Descrição: Projeto de pós-doutorado orientado pela Profª Drª María Dolors García Ramón, catedrática do Departamento de Geografia da Universitat Autònoma de Barcelona ? UAB (Espanha). A pesquisa objetiva elaborar um quadro comparativo entre Brasil e Espanha sobre a situação das trabalhadoras nas fábricas de preservação e fabricação de produtos de pescado. Parto da premissa de que a atividade está marcada pela posição que as mulheres ainda ocupam na sociedade patriarcal, produzindo uma divisão sexual do trabalho oriunda das relações de gênero. O objetivo principal da pesquisa é, através da comparação entre os dois países, compreender a situação das trabalhadoras na divisão sexual do trabalho e identificar as estratégias de resistência e emancipação. Para tanto, opto pela metodologia qualitativa sob a perspectiva da Geografia feminista. A operacionalização se constitui na análise/reflexão através das seguintes categorias: família, divisão sexual do trabalho, precarização laboral e autonomia/empoderamento. Em pesquisa já realizada em 2008-2010 demonstro que no município do Rio Grande no sul do Rio Grande do Sul as trabalhadoras da indústria de pescado ainda estão submetidas à formas de exploração que podem ser entendidas a partir das relações de gênero. Tanto em relação aos postos de trabalho submetidos a chefias masculinas, como na realização de tarefas ligadas ao lugar das mulheres no espaço produtivo e no reprodutivo. Traçar um quadro comparativo com as trabalhadoras da Espanha a partir da perspectiva feminista justifica-se como uma contribuição para o empoderamento destas trabalhadoras e insere-se nos objetivos do II Plano Nacional de Políticas para as Mulheres..

Período: 2012 - Atual
Integrantes: Susana Maria Veleda da Silva - Coordenador.